E-mail Hospitais da Universidade de Coimbra



Localização

Hospitais da Universidade de Coimbra

Novo Bloco, piso -3

Repositório Institucional dos Hospitais da Universidade de Coimbra

Repositório científico de acesso aberto em Portugal

Biblioteca do Conhecimento

 

Âmbito

O Serviço de Documentação dos Hospitais da Universidade de Coimbra, é uma biblioteca especializada em biomedicina, incluindo também áreas afins e complementares, como gestão hospitalar e enfermagem, coexistindo o conceito de biblioteca tradicional e o de biblioteca digital, onde circulam em simultâneo recursos impressos e electrónicos.

            O Serviço de Documentação dos HUC serve um vasto leque de clientes; médicos, enfermeiros, investigadores, técnicos de saúde, alunos de pré e pós-graduação em medicina e em enfermagem, administradores e gestores hospitalares.

Missão

          Tem por missão organizar, gerir e difundir recursos e fontes documentais, de forma a contribuir com pertinência e evidência para tomadas de decisão na prática médica e de enfermagem, investigação e ensino pré e pós-graduado.

Competências

  • Apoiar proactivamente todos os sectores de actividade dos HUC

  • Promover uma maior acessibilidade à informação, apoiando e formando o utilizador

  • Cooperar em redes e projectos de informação nacionais e/ou internacionais que beneficiem a comunidade científica dos HUC

  • Gerir os fundos documentais através de métodos e tecnologias da informação utilizados universalmente pela biblioteconomia

  • Gerir aquisições e actualizações dos recursos bibliográficos, preferencialmente electrónicos (bases de dados, ejournals, ebooks)

  • Promover uma correcta política de aquisições de recursos bibliográficos para os HUC, procedendo à avaliação de propostas de aquisição, avaliando a pertinência dos recursos e fazendo prospecção do mercado de fornecedores, para obtenção da melhor relação custo/qualidade.

  • Apoiar e promover a produção científica e a divulgação da informação

Condições de Utilização

1. São utilizadores internos os funcionários HUC, bem como docentes, investigadores e alunos de instituições com as quais os HUC estabeleceu protocolos de colaboração. Estes utilizadores têm prioridade no atendimento.

2. São utilizadores externos as entidades individuais ou colectivas que necessitem de aceder aos serviços da Biblioteca e respectivo fundo bibliográfico.

Direitos e Deveres dos Utilizadores

1. O utilizador tem direito a:

1.1. Usar os recursos e fontes de informação, bem como o equipamento informático existente desde que essa utilização tenha por finalidade o estudo e a investigação científica.

1.2. Ser assistido por um funcionário da biblioteca, que lhe prestará todas as informações pretendidas e o auxiliará nas suas pesquisas.

1.3. Encomendar pesquisas e/ou solicitar pesquisas assistidas por marcação prévia

1.4. Usufruir do serviço de localização e fornecimento de documentos

1.5. Apresentar as suas sugestões ou críticas ao funcionamento dos serviços, as quais serão devidamente apreciadas e satisfeitas, quando consideradas pertinentes.

2. O utilizador tem o dever de:

2.1. Contribuir para a boa conservação das instalações, equipamentos, recursos e espécies bibliográficas, nos diferentes suportes postos à sua disposição, não podendo de qualquer modo deteriorá-los, caso em que deverá proceder à sua substituição.

2.2. Respeitar o silêncio nas salas de modo a não prejudicar o trabalho e a concentração dos outros utilizadores.

2.3. Acatar rigorosamente as indicações e advertências dadas pelo funcionário da Biblioteca responsável pela sala, sob pena de lhe poder ser vedado o acesso aos espaços da Biblioteca-SD.

2.4. Não fumar, ingerir bebidas ou comer na Biblioteca.

2.5. Não utilizar os telemóveis nas salas de leitura.

2.6. Proteger os seus bens pessoais (carteiras, telemóveis, etc.) do eventual extravio ou furto verificado nas instalações da Biblioteca-SD

                                        

Serviços Disponibilizados

1.Serviço de Leitura e Empréstimo

        Compete a este serviço atender o utilizador garantindo o bom funcionamento das diversas salas da Biblioteca-SD; gerir eficazmente o empréstimo domiciliário bem como a manutenção das estantes em livre acesso e proceder à avaliação periódica destes serviços e seus recursos através da execução de estatísticas de utilização.

1. Consulta de Livros

1.1. Os utilizadores têm livre acesso às monografias

1.2. O empréstimo pode ser presencial e domiciliário.

       1.2.1. No empréstimo presencial os utilizadores têm livre acesso às estantes.

       1.2.2. Preenchimento de folha de presença

       1.2.3. Para o empréstimo domiciliário o controlo é feito informaticamente

       1.2.4. Não arrumação dos documentos consultados, deixando-os em cima da mesa de leitura

       1.2.5. Os empréstimos são pessoais. A cedência a terceiros, das publicações a que este regulamento se reporta, por parte dos seus utilizadores, é da exclusiva responsabilidade destes e será penalizada com a interdição de novos empréstimos.

       1.2.6. Os utilizadores poderão requisitar para leitura domiciliária no máximo três livros, por um período de 3 dias, renováveis.

       1.2.7. A não devolução das obras no prazo estipulado, implicará uma multa 1 euros por cada dia de atraso.

       1.2.8. Dicionários, Atlas, Tratados, Teses, são consideradas obras de referência, estão excluídas do empréstimo domiciliário.

2. Consulta de Periódicos

2.1. O utilizador tem livre acesso aos últimos anos de todos os periódicos assinados e que se encontram disponíveis na sala de periódicos.

2.2. Para consultar os anos anteriores o utilizador deverá dirigir-se ao Silo onde estes anos se encontram em depósito.

2.3. Para os periódicos não é permitido o empréstimo domiciliário.

3. Consulta de Material Audiovisual

3.1. Mediante preenchimento de formulário adequado o utilizador tem acesso aos vídeos e CD-ROMs existentes na Biblioteca, para visualização na sala multimédia.

3.2. O material audiovisual está excluído do empréstimo domiciliário.


2. Serviço de Tratamento Documental

        Compete a este serviço a gestão de todas as fases do processo de tratamento documental, compreendendo a catalogação, classificação e análise de conteúdos, segundo as normas internacionais para as Ciências da Saúde, baseadas no MeSH - Medical Subject Headings da National Library of Medicine (USA) bem como a respectiva informatização destes dados no catálogo bibliográfico do SIBUC - Sistema Integrado das Bibliotecas da Universidade de Coimbra.

3.Serviço de Referência e Pesquisa de Informação

        Ao serviço de referência e pesquisa da informação compete facilitar aos utilizadores a informação que necessitam através de:

  • Formação na utilização correcta dos recursos e fontes documentais disponíveis

  • Resposta rápida a pedidos de pesquisa - helenadonato@huc.min-saude.pt

3.1. A Biblioteca dispõe do seu catálogo bibliográfico, online através do SIBUC. O catálogo bibliográfico pode ser consultado em: http://webopac.sib.uc.pt/ (contêm também os catálogos das diversas Faculdades da Universidade de Coimbra)
3.2. A Biblioteca-SD disponibiliza aos seus utilizadores áreas de pesquisa (9 computadores).

3.3. Para utilização dos serviços de pesquisa bibliográfica assistida ou mediada, o utilizador deverá fazer uma marcação prévia ou efectuar um pedido de pesquisa.

3.4. Na utilização dos postos de pesquisa têm prioridade as consultas de carácter pedagógico e científico.

3.5. A homepage da Biblioteca-SD está acessível através do portal dos HUC no seguinte endereço : http://www.huc.min-saude.pt, escolhendo a opção Biblioteca ou directamente em : http://www.huc.min-saude.pt/biblioteca

3.6. A Biblioteca-SD dispõe ainda de um conjunto de informação electrónica  com acesso ao texto integral: periódicos electrónicos; bases de dados; Repositório Institucional (RIHUC http://rihuc.huc.min-saude.pt).

4.Serviço de Referência e Empréstimo Interbibliotecas (EIB)

 Compete a este serviço- biblioteca@huc.min-saude.pt:

  • Responder às necessidades dos utilizadores de artigos e/ou livros, e para tal recorre não só aos fundos documentais do serviço, como a recursos em open-access.

  • Solicitar informação a outras bibliotecas no sentido de satisfazer as necessidades dos seus utilizadores internos, no que se refere a documentação não existente na Biblioteca-SD, bem como, cooperar a nível nacional para empréstimo e cedência de documentação às suas congéneres, utilizando para o efeito, a lista APDIS online de publicações periódicas existentes em bibliotecas e serviços de documentação da área da saúde em Portugal

 O serviço de Referência e EIB destina-se exclusivamente a facilitar o fornecimento de informação para melhoria dos cuidados de saúde, a realização de estudos e investigação científica não podendo ter inerentes por parte dos utilizadores quaisquer fins comerciais.

 Ao solicitar este serviço, os utilizadores deverão pagar as despesas inerentes ao acto de EIB, bem como os restantes custos cobrados pelas bibliotecas que emprestam a documentação (portes de correio, fotocópias e custos do serviço de EIB).

 As Bibliotecas que solicitarem documentação à Biblioteca-SD deverão pagar a esta os custos inerentes aos portes de correio, às fotocópias.

5.Serviço de Alerta (Difusão Selectiva de Informação)

        Este serviço permite desenvolver uma actividade de difusão selectiva da informação em formato electrónico, quer pelo envio periódico de sumários de revistas seleccionadas, quer por actualização regular de pesquisas temáticas.

Também permite manter os utilizadores actualizados nas áreas de interesse e pô-los ao corrente dos recursos existentes.

6. Serviço de Estudos Bibliométricos

        O serviço de estudos bibliométricos, estuda a actividade científica da instituição, realiza comparações e acompanhamento ao longo do tempo, assim como dinamiza a própria actividade científica.

                       

7. Serviço de Apoio à Produção/Divulgação Científica

            Com este serviço pretendemos apoiar e dinamizar a produção/divulgação científica da nossa instituição, ajudando a comunidade hospitalar a publicar artigos e a comunicar com eficácia (elaboração de posters e efectuar apresentações orais eficientes), promovendo a utilização de normas e guidelines nacionais e internacionais.

8. Serviço de Apoio à Decisão Clínica/EBM

        Evidence-Based Medicine (EBM) como modelo de decisão clínica é um processo constituído por 5 passos que o clínico necessita seguir:

1º - Formular de forma precisa uma pergunta a partir de um problema clínico

2º - Obter informação nas fontes adequadas

3º - Avaliar criticamente a evidência em termos de validade e utilidade (aplicabilidade clínica)

4º - Aplicar os resultados da avaliação crítica à prática clínica

5º - Avaliar o desempenho

 

           O serviço de documentação tem um papel fundamental no 2º passo, obter informação nas fontes adequadas, e para tal usará o modelo dos 5 Ss de Haynes: Systems; Summaries; Synopses; Synthesis; Studies

           

9. Serviço de Formação e Marketing

            Compete a este serviço:

  • Promover o marketing dos serviços da biblioteca, desenvolvendo acções de divulgação (folhetos, guias)

  • Gerir conteúdos do portal do serviço de documentação, dando a conhecer ao utilizador (cliente) as potencialidades de informação do serviço

  • Promover o aparecimento de novos produtos e serviços com vista a melhorar os actuais níveis de qualidade dos serviços prestados

  • Promover acções de formação

  • Participar em iniciativas nacionais e internacionais que permitam e dar visibilidade ao serviço de documentação e obviamente à dinâmica dos HUC

10. Serviço de Fotocópias

        Compete a este serviço disponibilizar e manter o equipamento necessário à reprodução dos documentos da Biblioteca-SD, desde que estes se destinem a estudo e investigação científica sem ter inerentes quaisquer fins comerciais.

1. O utilizador tem a possibilidade de usar as fotocopiadoras, em sistema self-service através da utilização de cartão magnético.

2. Os preços das fotocópias e respectivos cartões são afixados anualmente, quer para utilizadores internos quer para utilizadores externos.

Carta de Qualidade da Biblioteca-SD

        A Carta de Qualidade expressa a conduta ética e os compromissos da Biblioteca-SD para com os seus utilizadores traduzidos em indicadores de qualidade.

Código de conduta ética

1. Acessibilidade da Informação de Saúde - Promover o livre acesso à informação de saúde a todos os grupos de utilizadores (médicos, enfermeiros, docentes, estudantes, investigadores e comunidade hospitalar em geral) de modo imparcial e por todos os meios, quer presenciais (na Biblioteca) quer à distância (correio electrónico, fax, telefone, etc.) de modo a poder contribuir com eficácia nas tomadas de decisão do utilizador.

2. Qualidade e Confidencialidade da Informação - Defesa do direito de cada utilizador à sua privacidade e à confidencialidade relativa à informação solicitada ou recebida e aos materiais consultados ou emprestados. Desenvolver novos serviços centrados nas necessidades dos utilizadores, de modo a poder assisti-los nas suas pesquisas e investigações com padrões de qualidade, pertinência e evidência científica cada vez mais elevados, e com regras de conduta baseadas na confidencialidade profissional relativamente a informações clínicas e investigações científicas em curso.

3. Compromisso Institucional - Interagir e cooperar com os diversos serviços dos HUC, de modo a avaliar em consciência,  as exigências e necessidades de informação mais prementes a cada momento da vida institucional, tendo sempre presente a importância que possui a informação rigorosamente tratada, para uma posterior pesquisa atempada, que interferirá decisivamente nas tomadas de decisão e que têm por base questões de saúde e bem estar do ser humano.

4. Profissionalismo – Garantia de um exercício profissional segundo padrões do mais elevado grau de profissionalismo. Trabalhar sempre em prol das necessidades do utilizador e dos seus interesses. Revelando interesse pelo evoluir das tecnologias da informação, procurando uma constante actualização, pesquisando novas fontes de informação em saúde, de modo a estabelecer com o utilizador uma cumplicidade profissional que conduza à excelência dos serviços prestados.


Indicadores de Qualidade da Biblioteca-SD

1. Atendimento personalizado - Imediato consoante a ordem de chegada.

2. Pesquisa assistida - Conforme o horário combinado por marcação prévia nunca superior a 1 dia.

3. Pesquisa mediada – entre 1 e 2 dias

4. Fornecimento de Documentos/Empréstimo interbibliotecas - entre 1 e 5 dias.

5. Correio electrónico e Fax urgentes - resposta em 90 minutos.

6. Fotocópias - 10 minutos.

7. Sugestões e Reclamações -Todas as reclamações terão resposta no prazo de 3 dias.

8. Eficácia e eficiência na resposta - Caso não seja possível respeitar estes prazos de resposta, será apresentada a razão


Horário


09:00h às 19:00h
de
2ª a 6ª feira